Pensentires em Prosas, Versos e Sonhares.

Voar junto e dar ASAS aos Sonhos, amplia possibilidades, de viver-se intensamente.

Textos


NEU* ao LEITOR


Querido leitor
Continue a nos questionar,
Sofremos com a indiferença que "exclui"!


Amamos a crítica,
Que nos leva
À reflexão.

Sem proselitismos...

Dialogamos à Luz da Doutrina Espírita!



Formiga, LCD & J. Lima



NEU*

(INCRÍVEL, FANTÁSTICO E EXTRAORDINÁRIO)




A DOUTRINA ESPÍRITA DIANTE DO MÁGICO E DO SOBRENATURAL

 
Como surgiu o Espiritismo?
 
Como ficou diante da Metodologia Científica?
 
 
  • O QUE É O ESPIRITISMO?
  • ONDE FICA O ESPÍRITO DE UMA PESSOA VIVA?
  • DE QUE FORMA SURGIU O ESPIRITISMO? COMO EXAMINAR ESTA POSSIBILIDADE?
  • COMO EXPLICAR OS EFEITOS INTELIGENTES REVELADOS PELA EXPERIMENTAÇÃO?
 
O QUE É O ESPIRITISMO?
O Espiritismo é uma Doutrina definida por ALLAN KARDEC como: "A CIÊNCIA QUE TRATA DA ORIGEM, NATUREZA E DESTINO DOS ESPÍRITOS BEM COMO DAS RELAÇÕES ENTRE O MUNDO CORPORAL E O MUNDO ESPIRITUAL." Seus ensinos repousam na crença em Deus, na imortalidade da alma, na comunicabilidade dos espíritos, na reencarnação, na pluralidade dos mundos habitados e que tem a sua estrutura filosófica estatuída em " O LIVRO DOS ESPÍRITOS ".

O Espiritismo, como CIÊNCIA PRÁTICA, consiste nas relações que se estabelecem entre nós e as almas dos homens que já viveram na terra. Como FILOSOFIA, compreende todas as conseqüências morais derivadas dessas relações, sem a ciência o espírito será desatento, sem a filosofia não terá habilidade analítica, Não terá sólida argumentação racional.

Com o ESPIRITISMO os valores humanos projetam-se além da existência corpórea; a existência material é superada pela espiritualidade da essência, o ser eterno é responsável perante a sua consciência, em face da lei natural, de caráter pedagógico.

Demonstrando leis nascidas da observação, despoja seus seguidores de tudo que é supérfluo, inútil e sem fundamento. Liberta de pseudo-regras morais, de crenças, preconceitos e superstições. Nela não há proibições, escolhe-se o que é mais conveniente. a doutrina espírita amplia o discernimento no uso do livre-arbítrio, para evitar o que conflita com a evolução do espírito imortal.

O ESPIRITISMO além de ser um FENÔMENO CIENTÍFICO é uma NOVA INTERPRETAÇÃO DO HOMEM, de seu destino ESPIRITUAL E ÉTICO
relacionado com o processo social e histórico da humanidade. O espírito encarna e desencarna e se instala na sociedade para a transformar, através do seu progresso e evolução palingenésica, movimenta a história dando ao seu processo verdadeira intencionalidade teleológica.


ONDE FICA O ESPÍRITO DE UMA PESSOA VIVA?
NÃo poderíamos indicar um órgão para precisar o local do espírito, mas poderíamos dizer que ele está em todas as células do corpo, assim como Deus está em todas as partes da criação.


DE QUE FORMA SURGIU O ESPIRITISMO?
Diversos fenômenos estranhos que consistiam em ruídos, batidas e movimento de objetos sem causa conhecida chamaram a atenção nos estados unidos, por volta de 1848. O interessante é que aconteciam com freqüência, espontaneamente, com uma intensidade e persistência singulares. Através da observação atenta do fenômeno notou-se que ocorriam particularmente sob a influência de determinadas pessoas, adequadamente referidas como médiuns. observou-se também que esses médiuns podiam, de certa forma, provocá-los à vontade, o que permitiu repetir as experiências, tantas vezes quantas foram necessárias, para documentar-se o fato, acumulando dados estatísticos.

Para estas experiências usavam-se mesas, por comodidade e porque eram objetos móveis. é mais fácil e natural sentar-se à mesa do que em volta de outro objeto qualquer. Os resultados obtidos foram a rotação da mesa, movimentos em todos os sentidos, saltos, flutuações, golpes dados com violência, etc. desta forma observou-se e discutiu-se o fenômeno designado com o nome de mesas girantes ou dança das mesas.

Várias hipóteses foram enumeradas para explicar os resultados obtidos, como a presença de corrente elétrica ou magnética ou mesmo a ação de uma energia desconhecida. as hipóteses iniciais de kardec não eram espíritas, eram materialistas.

Os movimentos obedeciam à vontade; a mesa deslocava-se para a direita ou para a esquerda, em direção a determinada pessoa designada, obedecia ao comando de ficar sobre um ou dois de seus pés, batia no chão tantas vezes quantas fossem pedidas, etc. analisando o fenômeno raciocinou-se que " se todo efeito tem uma causa, todo efeito inteligente deve ter uma causa inteligente ". Chegou-se a uma síntese: a causa devia ser uma inteligência, uma vez que esta afirmação era o mais provável e sua negação era altamente improvável.

Em pesquisa quando um cientista encontra um resultado ele encontra também outras duvidas. restava explicar a natureza dessa inteligência. Surgiram hipóteses: reflexo da inteligência do médium ou dos assistentes? esta hipótese mostrou-se inconsistente e foi abandonada. O cientista não pode ter preconceitos e assim tiveram que admitir a "HIPÓTESE DO ABSURDO", a existência de um ser invisível.


COMO EXAMINAR ESTA POSSIBILIDADE?
O plano de pesquisa elaborado previa, em seus métodos, iniciar-se um diálogo com este ser "do mundo invisível". A técnica empregada foi um número convencional de batidas significando sim ou não ou designando as letras do alfabeto. Os resultados obtidos, com diferentes pesquisadores e número exaustivo de experimentos, foram extremamente satisfatórios.

Alguns incrédulos não puderam aceitar as evidências científicas sugestivas da existência de um mundo espiritual. Ainda hoje estão entre nós, mesmo na universidade, e possuem crença pessoal falsa, baseada numa inferência incorreta sobre a realidade exterior e firmemente sustentada a despeito do que quase todo mundo acredita, e apesar de que se constitua em evidência, prova indiscutível e óbvia do contrário.

O que importa na ciência não são as opiniões e sim os fatos. Dizem que ninguém voltou "do outro mundo" para nos dar informações, mas é erro dizê-lo e a missão do espiritismo consiste precisamente em nos esclarecer acerca desse futuro, em fazer com que, até certo ponto, o toquemos com o dedo e o penetremos com o olhar, não mais pelo raciocínio somente, porém, pelos fatos.

Através do método simples foram obtidas diversas respostas para um sem numero de questões que se lhes dirigiam. por isso o fenômeno foi denominado como "mesas falantes". Interrogados sobre a sua natureza eles declaram ser espíritos.


COMO EXPLICAR OS EFEITOS INTELIGENTES REVELADOS PELA EXPERIMENTAÇÃO?
O fenômeno assumiu dimensão racional, científica e doutrinal. O PROFESSOR RIVAIL (conhecido hoje como ALLAN KARDEC) afirmou que "não foram os fatos que vieram a posteriori confirmar a teoria, mas a teoria é que veio, subseqüentemente explicar e resumir os fatos". é o próprio fenômeno que revela a sua condição de espírito.

O raciocínio não precisa emitir hipótese explicativa, como ocorre nas ciências físicas.

O Espiritismo se torna mais exato que as ciências exatas.

KARDEC vai além e revela a faceta mais bela do espiritismo nascente que é o seu lado moral. Discute o problema da Filosofia que a Ciência "oficial" positiva não resolve, a questão da atitude do homem perante o homem e o mundo, e a projeção dessa atitude como atividade social e histórica.

http://www.espirito.org.br/portal/artigos/neurj/esclarecendo-duvidas.html
 



O Espiritismo é uma ciência que trata da natureza, origem e destino dos Espíritos, bem como de suas relações com o mundo corporal.
Allan Kardec, Qu'est-ce que le Spiritisme, Preâmbulo.



Leia o que Silvio Seno Chibeni(UNICAMP) diz no link acima(Clique!).

Imagens - Google


* Núcleo Espirita Universitário
Juli Lima
Enviado por Juli Lima em 17/01/2010
Alterado em 03/02/2010
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras